Enfermagem em Dependência química - CT Novo Passo

Enfermagem em Dependência química

PLANO DE PREVENÇÃO À RECAÍDA – parte 1
11 de outubro de 2017
PLANO DE PREVENÇÃO À RECAÍDA – parte 2
24 de novembro de 2017

Enfermagem em Dependência química

Atuação dos enfermeiros tecnicos e auxiliares de enfermagem na detecção e no atendimento de usuários de álcool e de outras drogas, esse profissional tem papel importante nas intervenções relacionadas ao tema. Analisando a ênfase desse problema na sociedade atual e faz-se necessário trabalhar com mais veemência a questão do uso de drogas. Com essas e outras atitudes, pode-se contribuir para uma intervenção qualificada aos usuários de álcool e de outras drogas.

Neste contexto, a enfermagem, ao longo de sua história como profissão, vem acompanhando as mudanças ocorridas na sociedade. Isso tem exigido dos profissionais dessa área reflexões sobre a maneira como cuidam das pessoas, levando em consideração a individualidade delas e a organização de suas ações. Atualmente, para que a equipe de enfermagem seja capaz de prestar os cuidados com mais qualidade, os profissionais buscam especializar-se. E no campo da Saúde Mental e da Psiquiatria não e diferente;

Objetivos:

  • Ser essencial para continuidade do tratamento ;
  • Objetiva, acolhedora, empática, simples e breve;
  • Foco sempre no indivíduo e substâncias utilizadas;
  • Dar início ao processo de mudanças antes do tratamento;
  • Evitar confrontos e estimular sempre a mudança de hábitos;
  • desconstrução do uso Identificar fatores que levam ao abandono (vulnerabilidade)
  • Fornecer subsídios para engajamento do paciente no tratamento.
  • Enfermeiros e Auxiliares de enfermagem atuam em Grupos terapêuticos, acolhimentos, medicação supervisionada, observação e Ação;

 

Apesar da característica da formação da equipe de enfermagem ser assistencial sua atuação junto a equipe multiprofissional no tratamento da dependência química é extremamente importante pois além de acolher o paciente este profissional consegue visualizar o paciente de maneira integral.

 

 

Atuação dos enfermeiros na detecção e no atendimento de usuários de álcool e de outras drogas, pois esse profissional tem papel importante nas intervenções relacionadas ao tema. Analisando a ênfase desse problema na sociedade atual e faz-se necessário trabalhar com mais veemência a questão do álcool e de outras drogas. Com essas e outras atitudes, pode-se contribuir para uma intervenção qualificada aos usuários de álcool e de outras drogas.